01 02 03 04 05 06 07
João Ramalho - segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Campanha de vacinação anti-rábica‏ de João Ramalho


04/10/2014 - Matéria: Prefeitura Municipal
Editor: Gunther Flavio

      A Prefeitura Municipal de João Ramalho, através das secretarias de Agricultura e secretária de Saúde, comunica a toda população, o início da Campanha de Vacinação.
      VACINAÇÃO - Tradicionalmente realizada em agosto, neste ano a campanha ocorre em outubro. O atraso ocorreu por causa do Ministério da Saúde, que enfrentou dificuldades com o fornecedor da vacina.
      A campanha de vacinação anti-rábica terá inicio no dia 13 de Outubro de 2014 , e previsão determino até o final do mês. Ela se iniciará primeiramente em zona urbana onde a concentração de cães e gatos é maior, e se finalizara em zona rural.
      A campanha de vacinação será feita por uma equipe composta por funcionários da saúde e médico veterinário, que passará realizando a vacinação dos cães e gatos de casa em casa visando uma maior efetividade na vacinação.
      Desde já pedimos então aos senhores proprietários que colaborem com nossos serviços, deixando a carteira de vacinação dos seus animais em ordem.
      A RAIVA - é a mais conhecida das zoonoses (infecção e doença transmitidas entre animais e humanos) e segue como um problema a ser controlado em quase todo o mundo. Transmitida pelo contato com a saliva de um cão infectado, por meio da mordida, a doença pode demorar até 10 dias para se manifestar no animal infectado.
      Em quase 100% dos casos a doença é fatal.
      INFORMAÇÕES ÚTEIS:
      • A partir dos três meses de idade, cães e gatos sem exceção, devem ser vacinados contra raiva todos os anos.
      • Ao sair com animal mantenha-o sob controle, utilizando coleira e guia;
      • Nunca provoque um animal;
      • Não toque em animais estranhos, feridos ou que estejam se alimentando;
      • Não aparte brigas entre animais, nem mexa com fêmeas e suas crias.
      EM CASO DE ACIDENTES POR MORDEDURA OU ARRANHADURA DE CÃES E GATOS:
      • Lavar o ferimento com água e sabão e procure orientação médica;
      • Identifique o animal agressor e seu proprietário;
      • Caso o cão ou gato for conhecido, observar o animal por 10 dias.